“NINGUÉM É MAIOR QUE O BENFICA…” in Por Ti Benfica

” Em 1926, um ano após a inauguração do Estádio das Amoreiras, o poder de Cosme Damião dentro do Benfica será, pela primeira vez, desafiado e contestado. A sua obra e o seu papel dentro do clube serão questionados em Assembleia-Geral por um grupo de oposicionistas, liderados por Ribeiro dos Reis, que pretendiam liderar os destinos do clube com uma dinâmica ma…is progressista.

O futebol mudara. O Benfica mudara. Novos tempos se avistavam, completamente diferentes dos tempos de jogador de Cosme. Alguns associados sentiram que o clube tinha uma organização rudimentar e de certa forma desajustada aos novos tempos, e resolveram concorrer contra a lista de Cosme, que era encabeçada por Bento Mântua. Sentiam que o Benfica estava demasiado centralizado na pessoa de Cosme e que era necessário uma revolução dentro do clube. Não porque achassem que Cosme Damião era incompetente ou desonesto. Não, muito pelo contrário. A lista oposicionista achava, isso sim, que o Benfica necessitava de uma gestão mais complexa, pois não poderia continuar a ser gerido por uma só pessoa. Todavia, reconhecendo as competências e a enorme importância de Cosme Damião, a lista oposicionista convida-o para encabeçar a lista, algo que ele rejeita. Como homem de honra que era, Damião recusa entrar em qualquer lista que não aquela em que estava desde 1917 a ocupar vários cargos.

Desta forma, em Assembleia-Geral de 5 de Agosto de 1926, apresentam-se duas facções a concorrer para a liderança do clube encarnado. De um lado, a falange designada de tradicionalista, encabeçada por Bento Mântua mas liderada, na prática, por Cosme Damião. E do outro lado, uma falange mais revolucionária, liderada por Ribeiro dos Reis e com nomes como Ávila de Melo e Vítor Gonçalves. A primeira representava a direcção que estava em posse desde 1917, e que tinha sido a principal responsável pela construção do Estádio das Amoreiras, enquanto a segunda representava a ala revolucionária que queria dotar o clube de uma nova organização. Eram duas concepções completamente distintas daquilo que deveriam ser o futebol e o Benfica.

De uma forma genérica, podemos considerar a facção de Cosme como conservadora, amadora e de continuidade. A outra era uma corrente progressista, mais profissional e de ruptura. A bandeira de Ribeiro dos Reus assentava na frase «Basta de irresponsáveis». A de Bento Mântua tinha como lema «Cosme forever». No epicentro das divergências estavam duas coisas fundamentais: as Amoreiras e o profissionalismo, para além de uma concepção completamente diferente sobre a organização do futebol encarnado. O Benfica e a direcção de Mântua tinham realizado um enorme esforço financeiro para a construção das Amoreiras, tendo de recorrer a empréstimos e avultadas dívidas. Apenas assim foi possível construir uma obra que simbolizasse a força associativa do clube. Contudo, se o Benfica possuía, finalmente, um estádio com a dimensão que o prestígio já lhe exigia, a sua equipa de futebol atravessava uma grave crise na década de 20. O Benfica, habituado a vencer desde 1910, encontrava-se nos anos 20 ultrapassado no plano desportivo, não só pelo Sporting, que entra numa senda de vitórias, mas também pelo recém-criado CF «Os Belenenses». Isto inquieta os sócios. Não só as dívidas do clube, mas também a falta de vitórias.

(…) A lista liderada por Ribeiro dos Reis acaba por vencer as eleições. Tinha, de facto, uma linha mais actual e mais consonante com a realidade do futebol dos anos 20.

“Cosme Damião, o Homem que sonhou o Benfica”

Ricardo Serrado, Zebra Publicações.

E PLURIBUS UNUM

 

in Por Ti Benfica

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Jogo de Sintonia

O Jogo convida. A Sintonia envolve.

Filipe Pinheiro

This is the place where I share my art work! enjoy it! Este é o espaço onde partilho os meus trabalhos de arte! Divirtam-se! Oil Painting, Acrylic Painting, Charcoal Drawings, Painting Artist, Pintor de Arte, Quadros a Óleo, Retratista, Desenhador Grafite,Pastel Seco, Soft Pastel

Desabafos De Um Português

"Quando você superar o medo, encontrará coisas lindas do outro lado."

DjokerSoft

My code may not be the most bug-free in the world, and my techniques may not be the most efficient, but I’m trying my best.

Memória Gloriosa

Benfica Anonymous

Dias úteis

Benfica Anonymous

Chama Gloriosa

Benfica Anonymous

Catenaccio

Benfica Anonymous

Cabelo do Aimar

Benfica Anonymous

NovoGeraçãoBenfica

Benfica Anonymous

Lá em casa mando eu

Benfica Anonymous

Eterno Benfica

Benfica Anonymous

Em Defesa do Benfica

Benfica Anonymous

A Mão de Vata

Benfica Anonymous

NDRANGHETA

Benfica Anonymous

Bola7 Inc.

Just another WordPress.com weblog

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d bloggers like this: