Carta aberta a Rui Costa

Olá Rui,

Trato-te por tu, pois, como grande benfiquista que és, te sinto como sendo um amigo de longa data.

Quando nasci tinhas tu iniciado a tua caminhada no Benfica. E desde de cedo comecei a sofrer pelo Benfica tal como tu. Comecei bem cedo a ir ao estádio ver o nosso Benfica, e lembro-me bem das finais europeias, dos campeonatos ganhos, dos teus primeiros passos nos seniores do Benfica, da tua classe no relvado e fora dele e do meu pai dizer-me “estas a ver aquele ali…é um benfiquista ferrenho, ele e o pai”, isto porque o meu pai algures no tempo conheceu o teu.
Lembro-me bem de conquistares mais uma taça e um campeonato para o Benfica, e de certa noite o Estádio da Luz, de pé, a cantar-te os parabéns num Benfica-Parma tal como se canta a um membro da família e tu coroares essa noite com mais uma grande exibição como já nos vinhas a habituar.

Foi por isso com grande tristeza que te vi partir para Florença, mas até nesse momento ajudaste o Benfica que estava bastante mal financeiramente e precisava da tua transferência como de pão para a boca. Quis o destino que voltasses a jogar no Estádio da Luz num amigável mas a jogar contra o clube do teu coração, e eis que a certo momento marcas um golo ao nosso grande Michel Preud’homme e com a naturalidade de quem ama o Benfica do fundo do coração, começaste a chorar e o publico aplaudiu-te de pé como a perdoar-te por essa “traição”. Mas tal como muitos outros, e como se faz com a família e amigos, não deixei de seguir a tua carreira enquanto eras coroado príncipe de Florença e maestro de Milão, mas sempre com a esperança que um dia voltasses à tua verdadeira casa que passava por muitos maus momentos, coincidentemente desde a tua saída.

E eis que em Maio de 2006 lá estavas tu de sorriso de orelha a orelha, no relvado da Luz, a ser apresentado no regresso a casa, para junto dos “teus” e a dar novamente alegria aos benfiquistas que festejaram como se festeja o regresso de um familiar que esteve ausente durante muito tempo. O Benfica tinha sido campeão há dois anos quebrando um jejum de 11 anos e eu pensei para mim, que lá vinha o nosso maestro para voltar a colocar o Benfica no topo do futebol nacional e fechando a carreira em beleza, ou seja, como campeão. Tal infelizmente não aconteceu, mas não foi por isso que os benfiquistas deixaram de te fazer uma despedida dos relvados emocionada e cheia de carinho, mas com a felicidade de saber que irias continuar ligado ao nosso Benfica como director desportivo, um cargo que te assentava que nem uma luva. Novamente lá estava a esperança, que tu com a experiência ganha lá fora conseguisses construir um Benfica ganhador e que voltasse ao lugar que e seu por direito, o de domínio do futebol português.

O inicio não correu como era desejado por todos devido a uma escolha menos feliz de treinador, mas conseguiste nessa época trazer grandes jogadores e começar a fazer uma bela equipa que serviria de base ao que ai vinha. No ano seguinte o presidente diz que ainda estas em aprendizagem e escolhe Jorge Jesus para treinador como sendo uma aposta pessoal. Mesmo assim era óbvio que algumas das contratações tinham o teu dedo, como por exemplo o Saviola. E lá fomos campeões e a jogar um futebol que já não se via desde que eras tu que jogavas no relvado da antiga Luz, e eu pensei para mim “desta é que é!”.

Mas para grande espanto meu, neste momento começas a desaparecer e a ser “afastado” da equipa. O presidente e o treinador puxam os louros do campeonato para eles e dizem que já estão os dois a preparar a próxima época em conjunto, época essa que se revela desastrosa.
E eis que chegamos a esta época, com uma época vergonhosa para o nosso Benfica na época anterior, eis que para meu espanto entra António Carraça para director de futebol, e eu mais uma vez me perguntei…então onde e que anda o “nosso” Rui?
A temporada foi andando, e eis que termina em mais uma mão cheia de nada. Vem Jorge Jesus falar, vem António Carraça, e eis que este afirma que já está a preparar a próxima época com o presidente e com o Jorge Jesus, e eu volto a perguntar, onde esta o Rui no meio desta gente toda que nem benfiquistas são?
E este fim-de-semana em entrevista, Jorge Jesus diz que és chefe de gabinete de scouting? E fiquei ainda a saber que quando foi feita a remodelação de gabinetes até o gabinete no Estádio da Luz te foi tirado?

Como aguentas isto Rui?

E eis que chego a razão desta minha carta aberta para ti: até quando aguentas isto? Até quanto deixas o nosso Benfica entregue a pessoas que são adeptas de outros clubes e que não querem saber se o Benfica perde ou ganha? Até quando vais deixar o nosso Benfica ter valores que nunca foram os nossos e os quais o Benfica sempre criticou? Até quanto aguentas ver um Benfica que olha mais a vendas do que a ganhar títulos? Até quando aceitas ser afastado do centro de decisão, enquanto outros que não tem o teu amor pelo clube, decidem o futuro do nosso Benfica? Até quando o teu silêncio?

Sou-te muito sincero Rui, neste momento, eu que sempre te idolatrei sinto-me magoado e enganado. Sinto que perdeste a alegria, que andas no Benfica por andar, sinto que afinal és apenas mais um que está bem a ver o Benfica afastado dos títulos e que não está muito preocupado com isso, tal como a restante SAD que dá a entender que vendas de jogadores e 2ºs lugares já são bons para o Benfica. O que me dá a entender é que não passas de um joker do Presidente, que foi usado numa altura de aperto e que agora foi posto fora do baralho…

Nós precisamos de ti Rui! Tu tens a hipótese de mudar o estado das coisas e de levar o Benfica novamente as vitórias desde que tenhas essa vontade. Ainda estás a tempo de mudar o rumo que o Benfica segue, ainda estás a tempo de evitar a saída pela porta pequena e com o teu benfiquismo a ser questionado por todos os que te adoravam. Ainda estás a tempo de mais uma vez, tal como no passado como jogador, ajudar o Benfica a ser o nosso Benfica, aquele Benfica que tu e eu conhecemos, que ia às Antas ganhar campeonatos mesmo com tropelias no balneário, que ia a Alvalade, num período de crise, dar uma lição de humildade ao Sporting e ganhar categoricamente mais um campeonato, um Benfica à Benfica!

Revolta-te Rui, sem medos, porque terás sempre o apoio da família benfiquista que sempre esteve ao teu lado, mesmo quando estava longe.

Com um grande abraço,

Um “irmão” benfiquista

Anúncios

13 thoughts on “Carta aberta a Rui Costa

  1. muito bom post, concordo com tudo.

    só um aviso, Rui Costa está impedido pelos estatutos de se candidatar a presidente… há que reflectir sobre isto e tentar mudar isto novamente

    • Porque na ultima alteração de estatutos, apenas pode ser candidato a presidente quem tenha 25 anos como sócio efectivo, ou seja 25 anos de sócio após os 18 anos. Se o Rui for sócio desde que nasceu, apenas pode ser candidato aos 43 anos, que ele ainda não tem.

  2. Tenho estado a ler, pela primeira vez, as publicações neste blog, e muitas das opiniões são criticas construtivas que alertam para carencias do meu Glorioso, com as quais concordo e outras nem tanto.

    Apenas não entendo o seguinte: por que raio ninguém assina e assume as suas opiniões?! Porquê o anonimato?

    As palavras são mais valorizadas quando têm uma cara.

    A sério que não percebo. Alguém me explica, por favor?

    • Eu explico com todo o gosto.
      Não é a primeira vez nem a segunda que por vezes se ouve falar de ameaças a pessoas de blogs, foruns, etc, por terem uma opinião critica e “contra a maré”, sendo assim entendo por bem tentar preservar a minha identidade por agora. Talvez um dia existam condições para a revelar.

  3. Boa tarde meus caros irmãos Benfiquistas!
    Desde já deixo as minhas sinceras desculpas pois como Benfiquista que sou já devia ter conhecimento deste “pequeno” grande canto glorioso.
    Concordo com situação do Anonimato embora a minha opinião pessoal também passa muito por assumir o grande clube que tenho e que acompanho com toda a garra e dedicação, embora seja a distância porque estou situado no norte mas como todos nós devemos já ter conhecimento, passo a citar, “Não é distância é BENFICA!!”.
    Quero felicitar também o autor desta carta, pois apesar eu ser um pouco mais novo, não significa que em acção continuada não esteja sempre a tentar estar a par da grande história do meu Benfica e dos seus grandes feitos e fundamentalmente feitores, como é o caso do nosso Rui.
    Penso que a união faz a força e afirmo a pé juntos que esta na altura da voltar a enaltecer o grande lema que todos conhecemos, “E PLURIBUS UNUM”, e mostrar ao mundo que o Benfica sempre esteve, esta e sempre vai estar na História do Futebol Mundial. Somos muitos espalhados pelo mundo mas esta mais que na hora de duplicar-mos este número e instruir as gerações futuras que da história não rezam fracos.

    Com este pequeno sentimento finalizo a minha opinião, até porque já me estendi um pouco para um comentário.

    Abraços e saudações BENFIQUISTAS!!!!
    “E PLURIBUS UNUM”

    • Ficava contente se isso acontecer, mas infelizmente não tenho nenhum contacto dele. Pode ser que no meio dos milhares de pessoas que viram o post até agora, exista alguém que lhe consiga fazer chegar a informação.

  4. O Rui Costa e funcionario do clube que ele ama acima de tudo. E para isso tem que engulir alguns sapos vivos.
    Alguns dirigentes de menor estofo puxam os louros para si quando ganham, e desprezam os outros quando perdem.
    E evidente que infelizmente para nos, o Rui esta num patamar mais elevado do que os nossos presidente e treinador. ( que nao discuto os meritos)
    Tem e falta de classe. E o Rui, ficando calado so nao desce ao nivel dos outros.
    Forca Rui, um Senhor Benfiquista.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Jogo de Sintonia

O Jogo convida. A Sintonia envolve.

Filipe Pinheiro

This is the place where I share my art work! enjoy it! Este é o espaço onde partilho os meus trabalhos de arte! Divirtam-se! Oil Painting, Acrylic Painting, Charcoal Drawings, Painting Artist, Pintor de Arte, Quadros a Óleo, Retratista, Desenhador Grafite,Pastel Seco, Soft Pastel

Desabafos De Um Português

"Quando você superar o medo, encontrará coisas lindas do outro lado."

DjokerSoft

My code may not be the most bug-free in the world, and my techniques may not be the most efficient, but I’m trying my best.

Memória Gloriosa

Benfica Anonymous

Dias úteis

Benfica Anonymous

Chama Gloriosa

Benfica Anonymous

Catenaccio

Benfica Anonymous

Cabelo do Aimar

Benfica Anonymous

NovoGeraçãoBenfica

Benfica Anonymous

Lá em casa mando eu

Benfica Anonymous

Eterno Benfica

Benfica Anonymous

Em Defesa do Benfica

Benfica Anonymous

A Mão de Vata

Benfica Anonymous

NDRANGHETA

Benfica Anonymous

Bola7 Inc.

Just another WordPress.com weblog

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d bloggers like this: