“Não há caso Jesus, nem caso Cardozo. Há caso Benfica.” – Leonor Pinhão

Sexta-feira, 16 de Agosto

Pronto, já começou. Agora é a sério. O Sporting de Braga é o primeiro líder do campeonato de 2013/2014. A equipa de Jesualdo Ferreira foi vencer a Paços de Ferreira aquela que foi a equipa sensação da última temporada. Na verdade, pouco resta da tal equipa sensação. Saiu o treinador, saíram jogadores importantes. É o que, normalmente, sucede quando uma equipa pequena, com o devido respeito, surpreende tudo e todos como aconteceu com o Paços de Paulo Fonseca em 2012/2013.
Hoje a vitória do Braga foi clara. Pela noite, os serviços noticiosos dão conta do resultado do jogo inaugural do campeonato e dão conta também daquilo a que chamam um Paços de Ferreira “irreconhecível”. Mas verdadeiramente irreconhecível, em relação ao último campeonato, esteve o Sporting de Braga e para melhor.
Um Sporting de Braga irreconhecível bateu um Paços de Ferreira irreconhecível – assim é que se conta bem e em poucas palavras a história do primeiro jogo da nova Liga.
O futebol, no entanto, é cruel nestas conclusões. Responderá José Peseiro, e com razão, que a sua equipa poderá não ter feito uma época à altura das ambições do emblema e da cidade mas conseguiu aquilo que faltava em Braga há décadas, ou seja, um título oficial. Para mais conquistado numa final bem disputada com um FC Porto irreconhecível. Refiro-me à Taça da Liga, lembram-se?

Sábado, 17 de Agosto

Um sábado de raridades no que diz respeito a gente nossa conhecida e que actua agora em campeonatos de outros países. Na Grécia, o Miguel Vítor marcou pelo PAOK e, em França, o Nelson Oliveira marcou pelo Rennes. Ainda em França, também o João Moutinho e o James, que vendiam saúde, estão lesionados e não vão defrontar o Montpellier. 
O dia de amanhã perspetiva-se emocionante. Há quase 30 anos que não acontecia uma coisa destas. Os três “grandes” jogam todos no mesmo dia e entram em acção a horas desencontradas de modo a poderem ser seguidos através da televisão pelos numerosíssimos interessados. Arranca em primeiro lugar o Sporting com transmissão na Sport TV às 4 da tarde, praticamente à mesma hora em que a Benfica TV transmite o jogo do regresso oficial de José Mourinho à liderança do Chelsea.
Futebol à tarde em Inglaterra é uma tradição. Em Portugal já foi, no tempo em que a ditadura dos horários das transmissões televisivas não era a pedra basilar do edifício em causa. 
Com o Benfica em modo autónomo na sua própria estação televisão e com o campeonato inglês também em carteira na Benfica TV sobram mais horários para os demais clubes poderem impor as suas legítimas vontades à Sport TV. Nesta primeira jornada, o Sporting quis jogar à tarde e vai fazê-lo porque o Chelsea-Hull City, à mesma hora, é da estação concorrente.
A concorrência é uma coisa boa.

Domingo, 18 de Agosto

Por norma, aos adeptos pede-se o mesmo que se pede aos guarda-redes. Isto é, que defendam o indefensável. Às vezes é extraordinariamente difícil.
O Benfica apresentou-se hoje, 18 de Agosto, no Funchal num estado alma que se aceitaria se estivéssemos a 27 de Maio, o dia seguinte à final da Taça de Portugal perdida para o Vitória de Guimarães Aceitava-se à míngua de tempo, esse grande escultor, como diz o povo.
Do Jamor aos Barreiros já lá vão quase três meses espampanantemente desaproveitados. Isto se o objectivo da Sociedade Anónima Desportiva que gere o futebol for, precisamente, esculpir vitórias em jogos de futebol, de preferência, umas atrás das outras. Refiro-me às esculturas.
Desconheço, naturalmente, quais seriam as expectativas dos nossos altos comandos para o jogo inaugural do campeonato. Entre os adeptos, custa-me dizer que não conheço um único – e conheço muitos numa amostra vasta e heteróclita – que acreditasse que seria hoje no Funchal que o Benfica ia, abnegadamente, colocar um ponto final a uma inenarrável série de anos a desperdiçar pontos à primeira jornada sob o comando de vários treinadores, nacionais e estrangeiros.
Lamento ter de dizer que o desastre frente ao Marítimo estava anunciado. É este o caso da jornada. Não é o caso Jesus, nem o caso Cardozo. É o caso Benfica.
Entretanto, por ter goleado o Arouca por 5-1, o Sporting é o primeiro líder do campeonato. Que eu não tenha de ouvir ninguém dos meus dizer que é uma grande vantagem não se ser oficialmente candidato. Há limites.

Segunda-feira, 19 de Agosto

Com a tristeza de ontem só hoje reparei que o FC Porto ganhou em Setúbal por 3-1, um resultado que, lendo os jornais, não espelha as dificuldades do campeão nacional nem, muito menos, as dificuldades do árbitro.
Adiante. Falar de árbitros é uma coisa que hoje até fica mal aos benfiquistas. Haja decoro.
O golo de Quintero é fenomenal. Ainda agora começou o campeonato e Quintero já produziu obra candidata ao prémio do melhor golo do ano. Faltam 29 jornadas para o fim da prova e, com toda a certeza, muitos mais belos golos surgirão com a assinatura de outros artistas e, provavelmente, até do mesmo artista. Há que aguardar.
No entanto, o prémio para a melhor frase da temporada, provavelmente da década, na minha opinião, já está atribuído e não há quem o conteste e lhe possa chegar aos calcanhares, embora as competições oficiais só se encerrem em Maio e ainda falte muito para lá chegar.
O prémio para a melhor tirada de 2013/2014 vai direitinho para o presidente do FC Porto que, de acordo com os relatos da imprensa, do seu posto presidencial do camarote do Bonfim, a determinado momento, incomodado que estava com o comportamento de alguns adeptos vitorianos, gritou:
– Chamem a polícia!
Quem poderá competir com isto? Pinto da Costa chamando pela polícia.
Nem o bom do Funes Mori que aterrou hoje em Lisboa. Mal pôs o pé na capital afirmou, galantemente, que tinha preferido o Benfica ao FC Porto no momento de assinar contrato. Tão escusado que era…
Se isto é que é a estrutura, antes não ter estrutura.

Terça-feira, 20 de Agosto

Por estes dias, entre benfiquistas, fala-se do Benfica como se fala à beira do leito de um doente não o querendo, de modo algum, despertar. Fala-se em voz baixa, quase num sussurro, num tom de consternação que só um Camilo Castelo Branco saberia pintar.
“Quando o sofrimento nos ameaça, e receamos que as forças defensivas nos faleçam, suspendem-se os outros movimentos do nosso coração, e então pouco há que esperar de nós, por que se torna incerto o nosso destino”, escreveu Camilo em “Cenas Inocentes da Comédia Humana”. E muito nos faleceram também as nossas forças defensivas na ilha da Madeira, o que já aborrece.
O doente aparenta estar no nível zero no que respeita a capacidade de reacção. Pura e simplesmente, não reage. E já lá vão três meses desde os primeiros sintomas de ataraxia. Não se entende, por exemplo, a não-resolução do caso Cardozo com data de 26 de Maio. Não se entende se é uma impossibilidade do mercado, o que seria compreensível, ou se a manutenção do paraguaio em “stand-by” é uma arma de arremesso para disparar a conta-gotas contra o treinador, o que seria lamentável.
À noite, o Paços de Ferreira bateu-se valentemente contra o Zénite de São Petersburgo mas acabou goleado no estádio do Dragão. Os russos trouxeram até ao Porto gente bem nossa conhecida como Witsel e Dany. Witsel, que não sabe jogar mal, esteve discreto. Dany meteu mais reboliço no jogo e quando foi substituído levou uma enorme vaia das bancadas. Que estranho. O que terão os adeptos do Paços contra o internacional português?

Quarta-feira, 21 de Agosto

Os jornais contam-nos hoje que Luís Filipe Vieira foi ao Seixal “apoiar” Jesus e, consequentemente, “desapoiar” o seu vice-presidente que foi à televisão dizer que estava farto de notas artísticas. Triste enredo de final previsível.”

 

O titulo do texto diz literalmente tudo. Esta instabilidade é maior que Cardozo e é maior que Jesus, e muita gente teima em querer tapar o sol com a peneira.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Jogo de Sintonia

O Jogo convida. A Sintonia envolve.

Filipe Pinheiro

This is the place where I share my art work! enjoy it! Este é o espaço onde partilho os meus trabalhos de arte! Divirtam-se! Oil Painting, Acrylic Painting, Charcoal Drawings, Painting Artist, Pintor de Arte, Quadros a Óleo, Retratista, Desenhador Grafite,Pastel Seco, Soft Pastel

Desabafos De Um Português

"Quando você superar o medo, encontrará coisas lindas do outro lado."

DjokerSoft

My code may not be the most bug-free in the world, and my techniques may not be the most efficient, but I’m trying my best.

Memória Gloriosa

Benfica Anonymous

Dias úteis

Benfica Anonymous

Chama Gloriosa

Benfica Anonymous

Catenaccio

Benfica Anonymous

Cabelo do Aimar

Benfica Anonymous

NovoGeraçãoBenfica

Benfica Anonymous

Lá em casa mando eu

Benfica Anonymous

Eterno Benfica

Benfica Anonymous

Em Defesa do Benfica

Benfica Anonymous

A Mão de Vata

Benfica Anonymous

NDRANGHETA

Benfica Anonymous

Bola7 Inc.

Just another WordPress.com weblog

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d bloggers like this: